date

11 3889.3939

Publicações e Notícias

O QUE SÃO DOENÇAS VALVARES?

O QUE SÃO DOENÇAS VALVARES?

Estenose Aórtica (EA)

Trata-se de um tipo de doença valvar caracterizada pela diminuição da abertura da valva aórtica. A valva aórtica situa-se entre o ventrículo esquerdo e a aorta e regula o fluxo de sangue que vai para o corpo.

Poder ter várias causas como por exemplo: congênita, reumática, degenerativa (associado ao envelhecimento).

No caso da válvula afetada de forma congênita ela pode estar estenótica ao nascimento e tornar-se progressivamente mais fibrosada, calcificada e estenótica. Essa deformidade congênita, geralmente é bicúspide sem apresentar estreitamento do óstio na infância, e com esforços diários e sobrecarga hemodinâmica ocorre o espessamento da valva com calcificações, rigidez e estreitamento do óstio.

Estenose aórtica degenerativa senil (associada ao envelhecimento) apresenta os mesmos fatores de risco da aterosclerose. Estudos mostram que 30% dos indivíduos com mais de 65 anos apresentam estenose aórtica. No exame histológico as valvas apresentam alterações inflamatórias parecidas com as que acontecem nos vasos ateroscleróticos. 

Na estenose aórtica de causa reumática, ocorre a fusão das comissuras, resultando, às vezes, em uma válvula bicúspide. Isso torna as cúspides mais susceptíveis a traumatismos levando a fibrose, calcificação e estreitamento. A obstrução ao esvaziamento do VE, com o tempo, causa graves limitações clínicas. Ela está geralmente associada a problemas na valva mitral e a insuficiência aórtica grave.

Manifestações clínicas 

Quando sintomáticos os principais sintomas são: falta de ar aos esforços, angina do peito, síncope aos esforços. O ritmo cardíaco estará regular até muito tarde na doença. Haverá aparecimento de fibrilação atrial se houver patologia mitral associada. O frêmito sistólico está presente.

O diagnóstico normalmente é realizado pela história clínica, exame físico e confirmado através do ecocardiograma com doppler colorido.

Nos casos mais graves pode ser necessário a realização de cirurgia cardíaca para substituição da valva acometida.

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO 

Outras Publicações